Estudante de Medicina Bianca

Dicas para Aproveitar Melhor o Internato de Medicina – Organização nos Estudos

O Internato é uma das fases mais Importantes para os estudantes de Medicina, pois é o momento em que mais aprendemos no curso, vivemos os conteúdos na prática todos os dias. Esta fase acontece no 5º e no 6º ano do curso, ou seja, nos dois últimos anos antes de nos formarmos, e aproveitá-la da melhor maneira significa ter uma boa formação para a vida real de médicos que logo se aproxima.

Eu sinto que algumas dicas podem ajudar quem estiver no curso e quiser se preparar melhor para esse momento. Posso dizer que em alguns momentos sofri por conta da falta de organização dos estudos ou por falta de saber em que focar. E o meu post de hoje é uma tentativa de dar um maior direcionamento para quem estiver se aproximando dessa fase ou quem tiver curiosidade em saber como tudo funciona.

Espero que gostem do post e se tiverem dúvidas ou sugestões, sintam-se a vontade para escrever aqui nos comentários ou entrar em contato comigo pelas redes sociais (@blogabcdamedicina).

Dicas Gerais para Aproveitar Melhor o Internato

  1. Na maioria das faculdades de Medicina, os internos são inseridos nos serviços do hospital escola, então irão atuar em enfermarias, ambulatórios e pronto atendimentos. Algumas atitudes simples fazem toda a diferença neste novo cenário: se apresentar para a equipe que estiver de plantão ou responsável no local; estar sempre com crachá; explicar ao paciente quem é você e que vai precisar sair para conversar com o médico responsável antes de passar receitas e exames, por exemplo.
  2. Ter uma Postura ativa também é algo que é necessário no Internato, ou seja, não devemos só esperar que os preceptores ou outros profissionais que nos supervisionem nos expliquem tudo. Temos que ter curiosidade e perguntar nossas dúvidas, questionar muito sobre a escolha do tratamento (remédios possíveis e suas indicações, se tratamento cirúrgico ou conservador etc). Isso é um dos grandes diferenciais de aprender na prática.
  3. Seja organizado e tente sempre que possível estudar um pouco todos os dias, mais a frente daremos dicas de como organizar uma rotina de estudos nessa fase corrida. Se souber qual será o ambulatório que vai passar no dia seguinte, tente estudar antes, por exemplo, se no dia seguinte você irá atender no Amb de Tuberculose, dê uma revisada na doença/diagnóstico e tratamento – vai aproveitar muito mais o momento com o paciente e poder tirar dúvidas com os médicos que estiverem para discutir os casos etc.
  4. Foque em conhecimentos essenciais que você precisar sair sabendo de cada estágio: por exemplo, sair da Cirurgia geral sabendo bem de anestesia, tipos de drenos, antibioticoterapia pré e pós operatória, tipos de ferida. Tenha listinhas de “5 indicações de xxx”, “5 condutas básicas no PS para yyy”.
  5. Aproveite os seus plantões para fazer procedimentos práticos, como colher gasometria/fazer eletrocardiograma/punção/passar cateter etc. E para estar preparado, veja vídeos e saiba o passo a passo dos procedimentos (pelo menos de uma maneira geral, dará mais confiança para você, residente e paciente). E muitas vezes para conseguir os procedimentos você vai precisar pedir pro residente ou professor, então se preparar te dará maior confiança para esse momento delicado.

Dicas de Materiais e Onde Estudar?

Slides e cadernos das matérias que já passou são bons para revisar antes de iniciar determinado estágio. Resgate suas anotações ou resumos compartilhados da sua turma para ter um guia rápido de consulta no celular, drive etc.

Procure os manuais e diretrizes do Ministério da Saúde ou das Sociedades da especialidade que tiver passando. Eles costumam ser fáceis de achar na internet, tem tabelas e fluxogramas que ajudam a pensar em diagnóstico e tratamento. Fiz muito isso durante esse ano e deu super certo =)

Siga sites e redes sociais de bons centros de saúde como New England Journal of Medicine, eles tem materiais online (vídeos e artigos) que ajudam muito nos estudos. Além disso, se sua faculdade tiver convênio, use sites como o UpToDate para pesquisar detalhes de fluxograma de condutas e doses/detalhes dos tratamentos que tiver dúvida.

Além deles, existem sites e grupos brasileiros especializados em dar um suporte maior aos estudantes de medicina, acompanhe alguns deles como a Editora Sanar – eles tem quiz, videos interessantes e fluxogramas com resuminhos legais. Para quem tiver interesse, existe um curso voltado para preparar os estudantes melhor para o Internato, se quiser conhecer clique aqui!

Rotina e Organização dos Estudos

O curso é puxado, mas no Internato as coisas ficam mais intensas. Temos muitos plantões e evoluções de pacientes nos finais de semana, as vezes chegamos cedo no hospital e saímos tarde. Nessa loucura, ter uma forma de organizar seu período livre para os estudos é fundamental.

A nossa dica é sempre ter alguma agenda ou planner para conseguir ver seus principais compromissos do mês (provas, metas de estudo, dias que não vai conseguir estudar, plantão etc). A partir dai, vá separando em listinhas de “To Do” o que você precisa estudar e tentando dividir nos períodos livres.

Não é fácil, mas aproveite pequenos momentos para revisar ou ler alguma coisa, por exemplo, esperando na fila para discutir o caso, tire uns 15 minutos do almoço para ler ou revisar suas anotações, ou utilize o período no transporte público etc. Encontre pequenos momentos para ir tirando o atraso dos estudos e sempre estar em contato com as matérias.

Aproveite também a diferença entre os estágios para distribuir os estudos (muitos deles serão focados na prova de residência), por exemplo nos estágios mais tranquilos aproveite para colocar mais estudos extra, resolução de provas etc. Dai nos mais pesados, foque nos temas do estágio em si, aproveite as discussões de casos lá com os professores e tal.

Lado Emocional e Saúde Mental

Nunca deixe de refletir sobre sua rotina e sobre o que tem feito. É muito importante ter um balanço e não se sobrecarregar demais, sabemos que a Medicina exige demais de nós, mas temos que saber quais são nossos limites. Tire tempo para você, para sua família e para fazer o que gosta!! Ninguém é de ferro e precisamos valorizar sempre sempre nossa Saúde Mental.

Essas foram as dicas que reuni hoje para vocês, espero que tem sido úteis!! Desejo um ótimo ano de estudos, com foco e força, sem jamais esquecerem de ter os momentos para relaxar e recarregar as energias!! Grande abraço s2

Assuntos do Artigo
  • dicas uteis de aproveitar materiais
  • dicas de materiais online medicina

Comente Via FaceBook

Comentários




Sobre o autor | Website

Sou estudante do 6º ano de Medicina na Faculdade de Medicina da USP, blogueira desde 2012 quando fazia Cursinho pré-vestibular. Também participo do Vlog Mediários, um canal do You tube!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. LAIS VIEIRA disse:

    Puxa, adorei esse post, obrigada pelas dicas, você faz a faculdade parecer tão gostosa, realmente você está na profissão certa. Conhece o site http://brasil.bestpractice.bmj.com? Eu acho muito interessante pra estudar as doenças, diagnóstico, tratamentos etc. Bjo

    • Bianca disse:

      Que bom que gostou do texto e que eu consigo passar essa mensagem legal sobre a Medicina <3
      E nossa, não conhecia esse site, vou procurar !!!
      Bjs

  2. Luiza disse:

    Olá! Adoro as dicas do blog! Sei que você gosta muito de GO, qual livro que você usa como referência em
    Obstetrícia? Bjssss

    • Bianca disse:

      Oie, Luiza!! Ownnn, que fofa!!
      Sim, eu usei bastante o Zugaib, porque é o mais recomendado pelo meus professores. Tem um que é otimo também que é o Protocolos assistenciais em Obstetrícia aqui do HC FMUSP que eu recomendo, bem direto e tem o essencial de tudo… Fora isso, tem outros livros clássicos (Willians), mas não estudei muito por eles (acho melhores para fase de residência hehe).
      Beijos

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.